Meu primeiro intercurso em Inglês!

10/02/2018 05:41:22

Maria Lúcia Carvalho


My Image
Inglês nunca foi meu forte e associado à uma educação que não incentivava o aprendizado da língua, fui vivendo sem me importar com o fato de não saber me comunicar com a língua oficial mundial...

Se a língua mãe já me era (é) difícil compreender a gramática, quem dirá a lingua estrangeira...
Mas não é sobre minha falta de vontade que vou escrever neste post e sim sobre minha primeira experiência de comunicação em inglês que digamos foi um tanto inusitada e engraçada... Pelo menos eu mesma dei boas risadas de lembrar...

Estava na rodoviária de Porto, ou estação de autocarros como é chamado aqui, aguardando o ônibus para Viseu pois perdi o anterior, tendo então que permanecer ali por três horas, num frio de no mínimo 6 graus, associado ao fato de que dentro de tal rodoviária a sensação térmica era de menos dois... (exageros à parte).

Após penar por duas horas e meia, me veio a idéia tardia de ficar no raiozinho de sol que havia na entrada e que não sei porque não fui lá antes...
Era bem na passagem, o que me fazia ver pessoas entrando para pegar seus ônibus ou saindo deles para seu destino em Porto.

De repente, um senhor veio em minha direção e falou comigo numa língua que eu acredito ser inglês, pois entendi nada ou quase nada do que ele falou, restando apenas a palavra final: táxi.
Num reflexo instintivo de me safar da continuidade da conversa, o que consegui raciocinar naquele momento foi pedir desculpas por não falar inglês, então a primeira palvra que me veio foi:
- Scusa (italiano), I dont understend (inglês eu acho).

O fato é que o senhor fez que sim com a cabeça, balbuciando mais alguma coisa que talvez fosse até um xingamento, já que eu não entendia nada mesmo do que ele estava falando...

Mas numa insistente vontade de tal contato com aquele ser, meu cérebro reagiu de forma inesperada e gritou para o homem quando este já estava quase na saída, o que inevitavelmente o faria ver os táxis parados, pois é onde ficam aguardando os passageiros...

- In front, taxi in front!

Ele então olhou para trás e agradeceu, com um ar um pouco perdido. 

Sim, me senti "impelida à praticar meu aprendizado", pois a prática leva à perfeição e eu não poderia perder aquela oportunidade!

Me senti orgulhosa, confeso, por ter me saído tão bem na minha "primeira conversa em inglês"!
Já posso viajar!

Maria Lúcia Carvalho

 
My Image

Author
​​​​​​​Malu Mulher

Uma mulher que resolveu viver o que lhe faz feliz!

Popular Post

My Image